Alimentos Permitidos é o segredo da Dieta da Proteína

A cada ano, surge um novo tipo de regime de emagrecimento rápido, perder gordura localizada e ter aquela barriguinha chapada. São as chamadas dietas da moda.

Regimes de emagrecimento adotados por celebridades e anônimos que buscam a boa forma. Esses regimes ganham mais força principalmente com chegada do verão.

O regime das proteínas, não pode ser considerado como uma dieta da moda, pois seu programa de emagrecimento existe há um bom tempo. A cada ano, o que surgem são variáveis do regime das proteínas, mas todos prometes a perda de peso rápido.

A Dieta da Proteína vem ganhando milhões de adeptos em busca do corpo ideal

O regime das proteínas, é um dos que mais faz sucesso entre pessoas que buscam perder peso rápido.

Seu sucesso se deve ao fato de um cardápio elaborado com foco na aceleração da queima de gordura.

É um programa alimentar que tem foco na eliminação dos carboidratos e aposta em alimentos ricos em proteínas. Entre os alimentos permitidos estão: carnes magras, leites, queijos e alguns legumes.

Alimentos Permitidos na Dieta da Proteína

A dieta da proteína, é uma variável de outra regime de emagrecimento, a Dieta Dukan. Ambas apostam em um cardápio com baixo consumo de carboidratos.

É muito importante para a queima de gordura, apostar em um regime alimentar rico em nutrientes, com menor taxa de gordura saturada e calorias, tais como: ovos, frango, peixe, feijão, lentilha, carnes magras, soja, leite e iogurte desnatado e aveia.

Frutas, legumes e cereais também devem estar no cardápio

Fonte/imagem: Pexels

Apesar de ser um regime de perda de peso com baixo consumo de carboidrato, esse não deve ser retirado totalmente do cardápio.

O consumo de carboidrato é vital para o bom funcionamento do organismo. Para que sua dieta tenha mais sucesso, aposte em fontes de carboidratos saudáveis como as frutas, legumes, cereais integrais e leite desnatado.

Dieta Rica em Proteína para a perda de peso mais rápido

A proteína tem função de acelerar o metabolismo, e por ter uma digestão mais lenta, obriga o organismo gastar mais energia somente em sua digestão.

Outra vantagem desse tipo de programa de perda de peso, está no ganho de massa muscular, diminuição do apetite e intervalos entre refeições.

Vale lembrar que uma dieta sozinha, não surte efeito. Se não houver mudanças de hábitos e reeducação alimentar.

É preciso substituir alimentos industrializados por naturais, evitar refrigerantes e consumir bastante água. A prática de exercícios físicos é muito importante para manter o corpo em forma e saudável.