Maior fenômeno de compras dos últimos anos, a Black Friday, tornou uma das melhores opções de compras. Além disso, a cada edição da promoção, seus números não param de bater recordes.

A data é preferida pelos consumidores, principalmente para antecipar as compras natalinas e produtos de uso pessoal. Entre os produtos mais buscados, discam os descontos em celulares, roupas, calçados, eletrodomésticos e eletrônicos.

Chegando à oitava edição, a Black Friday 2018 deve contar com um número recorde de lojas participantes. Essa é a estimativa da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net). Essa estimativa leva em conta somente  as lojas que aderem ao certificado Black Friday Legal.

Depois das polêmicas nas primeiras edições da promoção, A Black Friday vem amadurecendo a cada ano. Tanto do lado dos lojistas, que passaram a oferecer descontos reais e apostar nas vendas durante o evento. Já os consumidores, esses ficaram mais atentos as promoções e planejam melhor suas compras.

Para a edição de 2018, são esperada mais de duas mil lojas cadastradas no (camara-e.net). Número bem acima das primeiras edições. Esse número refere apenas as lojas cadastradas no (camara-e.net).

A cada edição, os recordes de vendas  são superados. Somente em 2016, movimentou mais de R$ 1,9 bilhão em lojas online ou físicas.

Lojas que vão participar da Black Friday

Os grandes magazines continuam sendo o destino preferencial dos consumidores. Entre elas estão a Ricardo Eletro, Casas Bahia, magazine Luiza, Walmart e Carrefour. Mas, como já constatado em edições anteriores, pequenas lojas do comércio local vão participar com maior destaque.

Quem sai ganhando com mais opções de compras, são os consumidores. Mas, antes de efetivar qualquer compra, é importante fazer uma boa pesquisa. Abaixo separamos algumas lojas que vão participar da Black Friday 2018:

  • Submarino: Eletrônicos, roupas, perfumes, celulares, eletrodomésticos, games e livros.
  • Lojas Americanas e Americanas.com: Bazar, papelaria, cosméticos, filmes, smartphones, TVs LED, eletroportáteis e perfumes importados.
  • Riachuelo: Moda feminina, moda masculina, roupas infantil, perfumaria, maquiagens, calçados e acessórios
  • Casas Bahia: Móveis, brinquedos, utilidades domésticas, eletrodomésticos, telefonia, eletrônicos e som automotivo.
  • Magazine Luiza: Eletroportáteis, móveis, eletrodomésticos, games, informática e celulares.
  • Marisa: Moda feminina, moda masculina, roupas infantil, calçados, acessórios e artigos de cama, mesa e banho.
  • Netshoes: Tênis, chuteiras, camisetas, materiais esportivos, acessórios e moda fitness.
  • Renner: Moda feminina, moda masculina, roupas infantil, perfumaria, maquiagens, calçados e acessórios
  • Pernambucanas: Decoração, eletroportáteis, celulares, cortinas, tapetes, moda feminina, moda masculina, roupas infantil, calçados, cama, mesa e banho.

Smartphones estão entre os itens mais procurados e devem manter a tendência em 2018

Não é somente o volume de vendas, adesão dos consumidores e lojas participantes que tendem a aumentar a cada edição. Conforme aumenta a confiança do consumidor com a Black Friday, o Ticket Médio vem aumentando.

Somente em 2016, o gasto médio foi de R$ 633, valor bem acima de outras datas sazonais, como o próprio natal. Para essa edição é esperado um aumento desse gasto médio.

As promoções de eletrônicos e eletrodomésticos, são as mais aguardadas pelos consumidores para a edição de 2018. Essa estimativa é baseada em um levantamento de 2017 divulgado pelo Google.

55% dos consumidores esperam ofertas de eletrodomésticos, 66% em áudio e vídeo e 57% aguardam ofertas de celular e smartphone.

Desconto médio nas promoções da Black Friday: Apesar de ser possível encontrar descontos de até 70%, na média os descontos oferecidos pelas lojas ficam em torno de 30%, o que não deixa de ser um bom negócio, principalmente para antecipar as compras de natal.

Black Friday – Um fenômeno de vendas

Desde que teve sua primeira edição no ano de 2011, apenas contando com lojas online, a promoção, vem se consolidando como uma das principais datas promocionais do comercio Brasileiro.

Data que no inicio apenas concentrava o volume de vendas e ofertas na ultima sexta-feira de novembro. Adaptou ao perfil brasileiro, e hoje as vendas são distribuídas durante a semana que antecede e após a sua data.

Diferente do natal, quando o volume de compras, é com objetivo de presentear, na Black Friday, concentra seu maior volume nas compras pessoal.