Mudança no comportamento faz crescer o mercado de beleza masculina

Mercado de beleza masculina cresce já representando mais de 30% nas vendas de serviços e produtos de beleza, cosméticos e cuidados com corpo e higiene.

Homens mais vaidosos impulsionam mercado de beleza

Basta uma simples pesquisa no Google, para encontrar diversos sites e blogs focados no público masculino. Esses veículos de comunicação apostam principalmente em assuntos relacionados aos cuidados estéticos e bem estar do público masculino.

Ou seja, isso pode ser demonstrado e constatado em números. Os homens estão mais preocupados com a sua aparência física. Portanto gastam mais tempo e dinheiro com cuidados estéticos e com moda.

Não é uma mudança relativamente nova, mas expõe uma mudança de comportamento de homens de todas as faixas etárias. Elas ficaram mais evidentes no início da década de noventa. Nessa época entrou em moda o chamado metrossexual, uma referência ao homem urbano que se preocupava em cuidar da aparência.

Deixando o estereótipo de lado, o homem atual vai muito alem de ser um metrossexual. Ale está mais preocupado com diversos fatores do seu bem-estar. E, isso engloba os cuidados com a sua alimentação, a sua beleza, o seu físico, sua saúde, bem como sua aparência.

Aumenta os gastos masculinos com produtos e serviços relacionados à beleza e estética

Homens sempre foram vaidosos, talvez a sua vaidade fosse direcionada a outros aspectos. Cuidar da beleza e estética, deixou de ser uma característica exclusivamente feminina.

Foto; Pixabay

No mercado de consumo, as vendas relacionadas a produtos destinados ao público masculino têm crescimento anual médio de 7%. E, atualmente corresponde por mais de 1/3 das vendas do varejo de produtos de beleza, cuidados e higiene pessoal. Esse é um numero bem significado. Sobretudo porque, o Brasil, ocupa a quarta posição no rank mundial em vendas do setor de beleza.

Uma queixa recorrente entre os homens eram exatamente com os salões de beleza. Para muitos, esse ambiente era muito feminino. A concepção do ambiente era todo pensado para atender as mulheres, afinal havia uma crença que homens não se cuidada.

Barbearias: Um espaço para chamar de seu

Dentro desse cenário, os homens passaram a fazer os seus cuidados como barbear, cuidar das unhas ou tingir os cabelos em  suas próprias casas.

Foto: Pixabay

Focando nessa demanda, começaram a surgir espaços focados no público masculino. Finalmente as barbearias, deixavam de ser algo do passado, e voltava a tona.

Nas grandes cidades começaram surgir modernas barbearias. Essas por sua vez, não deixaram o passado de lado, e apostaram em uma decoração mais vintage.

Deixando de ser um lugar de barba, cabelo e bigode, as barbearias, expandiram seus serviços. Alguns locais tornaram espaços muito sofisticados, mesclando um espaço gastronômico e bar.

Finalmente o homem moderno está ocupando um espaço maior na indústria da beleza e moda. Portanto essa é uma tendência ainda em crescimento, e as marcas estão de olho. Afinal, o público está mais exigente, bem informado e em busca de soluções que valorizam o seu bem-estar e autoestima.