O sucesso da dieta da proteína

A dieta das proteínas vem muito sucesso entre pessoas que buscam uma alternativa para perder peso. Além disso, ela também é utilizada por atletas amadores, que buscam uma fonte para ganhar mais músculos.

Esse tipo de regime, consiste basicamente em priorizar o consumo de alimentos ricos em proteínas. Entre eles: peixes, aves, queijos brancos, ovos e leguminosas. Bem como,  diminuir o consumo de carboidratos como pães, biscoitos, macarrão e massas em geral.

Os alimentos ricos em proteínas dão mais saciedade ao organismo. Isso porque, sua digestão é mais demorada em relação aos carboidratos. Essa sensação de saciedade provoca um ciclo benéfico ao organismo. Pois diminui a necessidade de consumir alimentos ricos em carboidratos e doces.

Com a diminuição de carboidrato ingerido, o organismo utiliza seu mecanismo de sobrevivência. Ou seja, é necessário, buscar outra fonte de energia. Assim, surge a tão sonhada queima de gordura.

Sem o carboidrato, o organismo passa a utilizar a gordura armazenada no corpo como sua principal fonte de energia.

O que você precisa saber antes de começar a Dieta da Proteína:

Observação 1 – O consumo em excesso de proteína, pode acarretar uma sobrecarga ao organismo. Por isso, ela precisa ser feita em um curto período de tempo.

Observação 2 – O fato de que, devemos diminuir os carboidratos que consumimos. Não significa que os eliminaremos completamente. É por isso que você pode escolher: ovos, queijo, presunto e qualquer coisa que contenha baixos níveis de carboidratos.

Observação  3 – O tempo da dieta é de 30 dias e não deve ser ultrapassado. São duas quinzenas com espaço de 3 dias entre elas.

O tempo da dieta é de 30 dias e não deve ser ultrapassado. São duas quinzenas com espaço de 3 dias entre elas. Essa dieta é dividida em três fases que são:

Fase 1

Tratamento de choque baseado quase inteiramente no consumo de proteínas e na restrição de carboidratos. Claro, não devemos eliminá-los na sua totalidade, mas sim diminuir um grande volume.

Fase 2

Introduza carboidratos de qualidade e administre-os comendo bem e de forma equilibrada. Nessa fase, teremos visto uma mudança e começaremos a sentir-nos felizes com a perda de quilos.

Fase 3

Fase de manutenção. Ao atingir este estágio, você já aprendeu a comer e combinar alimentos.

Você poderá dar continuidade à dieta posteriormente, mas é necessário um espaço de tempo de, pelo menos, uma semana.

Alimente-se constantemente (sempre que sentir fome) e abuse dos líquidos, beba bastante água e sucos.

Nessa dieta, a berinjela é imprescindível no cardápio geral devido à sua capacidade de regular o colesterol.